O mico olímpico

Rapaz, além de toda a delegação brasileira ser um mico olímpico, o maior deles, com certeza, é o Thiago Pereira.

Desde o Pan (pan, pan, pan, paaaan), ele vem sendo tratado como um fenômeno, como a esperança. Praticamente um messias.

Pois bem, o rapaz chegou lá e adivinha? Nada, tá perdendo tudo… Ok, a culpa não é só dele, nadar contra pororoca deve ser mais fácil do que nadar com a narração do Galvão Bueno…

Enquanto isso, um outro cara que nunca teve o nome citado por ninguém (pelo menos eu não me lembro), tá arrebentando (para os níveis brasileiros): Cesar Cielo (ou alguma coisa assim). Ele já bateu o recorde olímpico duas vezes (ok, que 3,5 nanosegundos depois, o recorde foi batido de novo) e já ganhou uma medalha de bronze. Melhor do que nada, pelo menos ele vai ter um souvenir bem legal de Pequim (Beijing é meu ovo!) 😀

PS: Confira o post irretocável do Carlos Cardoso

Anúncios

Sobre Arlen Nascimento
26 anos, Manaus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: