De volta para o passado

Pois é, eu fiz um post todo alegre  com as mudanças no trânsito e, principalmente, na Manaus Moderna (?) – o inferno não pode ser pior do que aquilo -, mas… já era. It’s over.

Tudo vai voltar a ser como era antes…

E que venha a copa do mundo!

Anúncios

I love mobile internet

Finalmente alguém pensou

Parece que me ouviram… hehe
A prefeitura vai implantar várias mudanças no trânsito. Mudanças essas que eu sempre achei que eram urgentes e que eu sempre falava em rodas de conversa e sempre diziam que eu era maluco.

As mudanças são essas

MANAUS MODERNA

– Proibição de estacionamento
– Horário para carga e descarga: de 22 às 6 horas
– Fiscalização

AVENIDA 7 DE SETEMBRO

– Inversão de fluxo
– Retirada do canteiro central da av. Eduardo Ribeiro

PARQUE 10

– Inversão de fluxo na Rua do Comércio
– Implantação de mão única
– Fechamento da rua 6 e retirada de semáforo

BOLA DO ELDORADO

– Nova via de interligação para direita livre
– Mudança do Drive-thru (atendimento à veículos) do Habib´s

AVENIDA ANDRÉ ARAÚJO

– Retirada de retorno existente
– Direita livre À saída da rua Gabriel Gonçalves
– Elaboração de um novo retorno sem semáforo

ROTATÓRIA THEOMÁRIO REIS (EM FRENTE À PANIFICADORA PÃOZINHO)

– Fechamento com tabajaras no retorno
– Sinalização de novo retorno
– Fechamento com tabajaras no Tocantins
– Desvio para a bola do Monumento à Imprensa

HORTO MUNICIPAL

– Construção de baia de estacionamento em parada de ônibus.

INTERSEÇÃO DA MAX TEIXEIRA COM TORQUATO TAPAJÓS

– Mudança de fluxo na Noel Nutels
– Novas sinalizações viárias
– Baia de estacionamento para ônibus entre Philips e Noel Nutels

SÃO JOSÉ

– Direita livre na bola do São José sentido Grande Circular

TVLÂNDIA MALL (Djalma Batista)

– Mudança na entrada e saída do shopping

AMAZONAS SHOPPING( Djalma Batista e Darcy Vargas)

– Criação da baia de estacionamento para quatro ônibus
– Fechamento da abertura da Darcy Vargas
– Retirada de semáforos
– Construção de passarela
– Execução de obstáculo fixo no canteiro central da Djalma entre Tvlândia e Amazonas Shopping

MC DONALD´S (Djalma Batista)

– Mudança de drive-thru (atendimento a veículos)

RODOVIÁRIA

– Finalização de obra em passarela
– Baia de estacionamento

CARREFOUR (Flores)

– Baia de estacionamento

AVENIDA CEL. JORGE TEIXEIRA COM AV. IPASE

– Modificação do semáforo proibindo a conversão à esquerda
– Placas de proibição e de novo retorno

DB DA PONTA NEGRA

– Retirada de semáforo
– Fechamento de retorno

AVENIDA CEL. JORGE TEIXEIRA (Alça viária em frente a Manaus Energia)

– Colocação de tabajaras
– Sinalização de novo retorno

Finalmente vão corrigir algumas coisas que só existem aqui em Manaus: semáforo depois de viaduto, retorno em vias expressas e muitas outras coisas.
Mas, infelizmente, não vai ser dessa vez que vão acabar com um cartão postal de Manaus, uma coisa única no mundo: o semáforo embaixo do viaduto da Constantino Nery…

As mudanças na Manaus moderna são essenciais. Outro dia, eu tive que ir lá e é o inferno na terra. Só falta regulamentar a carga e descarga em outros pontos da cidade.

Não gosto do Amazonino. Ele é a personificação do atraso, do populismo, da corrupção e do coronelismo. E isso nem é um elogio a ele. Mas sejamos francos, o Serafim ficou dormindo por dois anos e meio e quando resolver acordar já era tarde… Mas, é claro que isso não justifica decretar estado de emergência pra poder contratar empresas sem licitação

Gadgets, gadgets, gadgets

Gadgets

iPhone, N810, N95

Foi a primeira vez que eu tive um contato mais, hmm, íntimo com o iPhone. Já tinha visto, já tinha pegado, mas nunca tinha ficado com um pra brincar.

O meu veredicto a respeito do iPhone é que como celular, ele é um excelente gadget. Antes de eu conhecer melhor o iPhone, eu já achava o n95 muito melhor. Agora eu tenho certeza.

O iPhone é um celular medíocre. Não mostra o tempo acumulado das chamadas discadas e recebidas – pelo menos pra mim é essencial -, não manda mms, não filma e muitas outras coisas. Eu senti falta de um gerenciador de tarefas como tem no symbian pra alternar entre os aplicativos abertos.

Às vezes um botão de voltar faz muita falta e era preciso apertar o botão home e fazer todo o caminho de novo.

Pra mim, o touchscreen é um plus, mas não é um fator decisivo. Mas, de fato, o touchscreen e o multitouch trazem infinitas possibilidades na maneira de interagir com o aparelho e, principalmente, com os jogos. Apesar disso, falta um teclado de verdade, nem que fosse apenas um teclado numérico, pequeninho mesmo. Na hora da pressa ou quando se precisa de agilidade, o touchscreen não dá conta. Fazer uma ligação dirigindo, esqueça… hehe. E isso não sou só eu que digo, um fanboy da Apple também falou.

Mas a falta de teclado ou do contador mais elaborado, dá até pra relevar. O que beira o intolerável no uso do iPhone é o iTunes. PQP do programa escroto! Tudo tem que ser feito pelo iTunes, até criar uma conta na AppStore. Eu sei que dá pra usar outros programas pra manusear o iPod, o que possibilita o uso dele no linux. Não pesquisei mais a fundo essa questão no iPhone, mas creio que não seja possível, então tem que engolir o iTunes.

Outro aspecto chato do iPhone é o bloqueio total da Apple. É bem possível que você vai precisar instalar um 3rd party app e pra isso é preciso fazer o tal do Jailbreak ou algum dos outros métodos pra liberar o telefone, inclusive do sim lock. E o medo de fazer isso e o bicho virar um lindo peso de papel? Com o quickpwn foi tranquilo, difícil mesmo foi apertar os botões naquela sequencia ninja…

Mas nem tudo é ruim. A AppStore é fantástica. Milhares de aplicativos, pagos e gratuitos, pra instalar sem precisar desbloquear o telefone. Os aplicativos gratuitos são muito legais e fazem as mais diversas traquinagens. Isqueiro, nível, basquete, golfe, corrida, sinuca e etc. A tela gigante e sensível ao toque e o acelerômetro trazem uma jogabilidade incrível até pros joguinhos mais bobos.

O slot onde se coloca o sim card é outra porcaria, tem que enfiar um clipe de papel e puxar. Se você fica tirando e colocando o chip com frequência, a  ‘gavetinha’ fica detonada.

A câmera não é excelente, mas também não é ruim. É câmera de celular.

Mas se eu tivesse que escolher entre um dos dois, eu certamente escolheria o n95 por ser um celular melhor. E se dinheiro não fosse problema, eu teria um iPhone ou iPod touch só pra navegar e ouvir música.

O N810 é outro gadget muito legal. Mas a utilidade dele é meio questionável. É como eu li por aí, ao vê-lo pela primeira vez, você quer um. Mas cinco minutos de reflexão são suficientes pra abandonar a idéia. Ele é um internet tablet que tem wifi, gps e também se conecta a internet através do pacotes de dados do celular via bluetooth. Tem touchscreen e uma tela gigante, tem slot pra algum tipo de cartão SD  e roda linux. Mas não é um celular… Isso significa que você vai andar com um bicho desses e um celular. E ele não é lá muito portátil. Tenho certeza que o N97 irá substituí-lo com louvor, talvez até o n95 já substitua…

Aproveito pra abrir um parentese. Não consigo entender a Nokia. Gasta milhões com linux e seus celulares continuam a vir com symbian… vai entender…

O retrato de um ponto turístico

Essa semana, fui levar um prima, que não mora aqui, pra dar uma volta. Largo Saint Sebastian e parque dos bilhares.

Sei lá porque, o largo estava completamente abandonado. Super escuro e deserto. Só pude avistar um policial que se encontrava na frente do teatro.

Pra completar, tava rolando um bingo super animado da igreja do sabá.

Uma coisa é uma coisa. Mas outra coisa é outra coisa

Acompanhando os blogs brasil a fora, é possível perceber como as coisas são polarizadas entre esquerda e direita. Divisão essa que eu acho que não cabe hoje em dia, pelo menos no brasil. Existe quem está no poder e quem não está.

Os esquerdistas se auto-proclamam (tem hífen?) humanistas, defensores dos fracos e oprimidos, preocupados com o aquecimento global e com a preservação do ‘pulmão do mundo’ (sic).

O mais divertido, porém, é como os ‘esquerdistas’ pintam os ‘direitistas’. Capitalistas, neoliberais, odiadores de pobres e etc.

Não me considero de direita e, deus-me-livre, nem de esquerda, haja vista os exemplares da esquerda: pt, pstu, movimentos estudantis, sindicatos e outras pragas. Apesar de eu ter convicção de o pt se intitular de esquerda só pra enganar os trouxas que não se tocaram que o Muro caiu, bjonãoligapraele. Mas, não vejo problema nenhum em se dizer de direita. Só que os humanistas da esquerda não aceitam que alguém possa ser de direita ‘num país capitalista pobre como o brasil’.

Na cabeça dos esquerdistas, eles têm todo o direito de fazer qualquer coisa, afinal, estão sempre pensando no coletivo e são contra a burguesia. Com a direita não é bem assim.

Se Fernando Henrique Cardoso desse um tapa no visu, botox, papada, bolsa dos olhos, lipo, rinoplastia, lifting e várias outras coisas que o Sean e Christian fazem lá em nip/tuck :D. Imagine o escandalo que seria! ‘FHC gasta 20mil reais em plásticas enquanto pobres morrem de fome no nordeste’, ‘FHC e sua insensibilidade social’ e outras epígrafes (ho ho ho) que minha criatividade não consegue formular agora.

Recentemente, Dilma Roussef fez uma revisão geral na lataria: lanternagem, pintura e quiçá no motor. E o que os esquerdistas babam? ‘Ah, a nossa presidente tem que ficar bonita mesmo’, ‘agora é que eu voto nela, mesmo!’. Duvida, dá uma olhada aqui.

Tanto Fernando Henrique quanto Dilma Roussef tem o direito absoluto de fazerem plásticas. Problema deles. Mas como Dilma Roussef é ‘de esquerda’, ela tem o perdão pelo pecado de ser rica.

Outra observação é que há um ano ou dois, Lula está em plena campanha pela sua candidata. Leva Dilma aonde quer que ele vá: batizados, aniversário de sobrinho, inaugurações de canteiros de obras, lançamento de licitações e ainda apelidou-a de mãe do orçamento. Ou mãe do PAC, como ele própio insiste e como ele mesmo diria.

Mas, se o José Serra aparece no jornal nacional falando qualquer coisa, aí é um escandalo. É ‘josé serra em campanha no PIG’, ‘José serra faz campanha e o Gilmar Mendes não vai fazer nada?’ e outras coisas desse tipo. E se ele ousa pronunciar o nome de São Lula em vão, aí é um deus nos acuda…

Porque, afinal, uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.

Título do post em homenagem ao finado Imprensa Marrom. R.I.P.

%d blogueiros gostam disto: