A primeira vez que eu ouvi Nirvana

Não lembro a data, mas devia ser por volta de 1997. Lembro apenas que a versão do Winamp era aquela antigona, preta e verde. E que também foi na explosão do formato MP3. Eu não sou tão velho assim, tenho 25, então em 1997, eu tinha 12, 13.

Naquela época uma das únicas formas de se conseguir música era através de CDs mesmo, então havia um charme em comprar e ter a sua própria coleção de CDs. Havia todo um ciúme com os CDs, cuidado extremo ao colocar no som e colocar na capinha de volta. E cuidado extremo para não rasgar o encarte.

Pra quem não tinha tantas condições de comprar todos os CDs que dessem vontade, havia a instituição do empréstimo de CDs. Só se emprestava para amigos próximos e quem você sabia ser tão cuidadoso quanto você. Então a gente emprestava, ouvia bastante, matava a vontade e devolvia o CD! Pra ouvir de novo, só emprestando de novo! Ou então gravando uma famigerada fita K7! Um verdadeiro absurdo!

Falando em fita K7, a primeira vez que eu ouvi Megadeth foi numa fita K7 original! Com 11 ou 12 anos nem sabia o que era aquilo, mas lembro de ter ficado impressionado com o solo de Holy Wars… Anos mais tarde, quando ouvi Megadeth de novo, resgatei essa lembrança.

Mas voltando. Imagine só você poder músicas (qualquer música!) da internet e tê-la em seu computador! Era o futuro na sua frente! Ainda que a internet fosse discada e cada download demorar horas intermináveis…

Pois então, lembro que estava na casa de um grande amigo, e ele colocou ‘Smell like teen spirit’ pra tocar. Já tinha ouvido falar vagamente do Nirvana, sabia que a banda não existia mais e todo mundo que tocava violão sabia tocar o riff inicial de ‘Come as you are’, mas nunca tinha ouvido nada.

E começa aquela música com aquele riff seco. Fiquei interessado e perguntei o que era. Nirvana. Então é isso, aí… Achei o verso um pouco entendiante, mas em seguida veio o refrão. Pra quê? Explosão de cabeça! Que refrão era aquele, amigo? Como assim aquele cara conseguia gritar cantar daquele jeito? Um refrão empolgante, impactante e que me fez querer ouvir aquela música infinitas vezes.

E tive que me contenar em ouví-la somente quando eu ia na casa desse amigo, porque a música infelizmente não cabia em um disquete e nem dava pra gravar numa fita K7 :/

Anúncios

Sobre Arlen Nascimento
26 anos, Manaus.

One Response to A primeira vez que eu ouvi Nirvana

  1. cvpclaudio says:

    Lembro que conheci nirvana em 1992, troquei ele por um cd da Rita Lee, que eu comprei por que era barato, mudou minha vida essa troca, mes em 1992 tbm conheci Green Day com seu brilhante album Dookie e o Classico paerl Jam Ten, Logo gostava mais do Pearl Jam do que Nirvana, sempre gostei do menos POP, quando nirvana tava no Pearl Jam era coadjuvante, mas em 1994 veio o Radiohead e seus Pablo Honey ainda o melhor deles, dai por diante Silverchai e Foo Fighters dominaram a cena no fim da decada de noventa começo dos 70, teu artigo trouxe na memoria bons momentos…

    No K7 ouvia raul direto e tinha duplo deck gigante que podia reproduzir K7, propagando musica com baixa qualidade sonora e muita mensagem em suas letras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: