Uma análise da seleção brasileira por quem não entende porra nenhuma de futebol.

O lado bom de eu colocar logo no título que eu não entendo porra nenhuma de futebol é que inibe, de imediato, que alguém coloque nos comentários que eu não entendo nada de futebol. So, move on.

Não gosto muito de futebol. Em 2002, não perdi meu sono pra assistir a nenhum jogo do Brasil. Não acompanho nada. Só fico sabendo das coisas pelos jornais e sites de notícias em geral. Acho as Olímpiadas algumas ordens de magnitude mais legal que a Copa.

Em 2006, eu tinha a absoluta convicção de que o Brasil não ganharia a copa. Esse ano, eu não conseguia chegar a uma conclusão. Eu acho que até dava, mas sei lá. Mas não ia fazer qualquer diferença na minha vida ou na minha conta bancária.

Desde a estréia, eu achei os jogos da seleção lentos, chatos… Os jogadores não corriam, se a bola não viessem nos pés deles, eles não eram capazes de esticar a perna pra pegá-la. Se eu tivesse assistido à qualquer um dos jogos deitado, tenho certeza que teria cochilado. A única exceção é o Lúcio, que era o único que mostrava um pouco mais de garra.

Aliás, esse é a diferença imediata que eu vejo entre o futebol brasileiro e o europeu. Neste, há mais vontade, os jogadores interceptam mais as jogadas.

Apesar das vitórias, era aquele jogo chato, monótono, cansado, em que os únicos lances – supostamente – bonitos eram os lances dos gols mesmo.

No jogo contra Portugal, a monotonia chegou a níveis inacreditáveis. Eu tava vendo a hora de os jogadores começarem a trocar receitas de bacalhau em campo ou de pegar um bolinho de fubá e um cafezinho pra colocar as fofocas em dias.

Uma coisa que eu realmente não entendo é o que diabos (tá amarrado 3x!) o Kaká estava fazendo em campo. Só atrapalhou. Não corria, perdia bolas, se atrapalhava com as jogadas. No jogo contra o Chile, eu tenho certeza que ele estava com prisão de frente, o bicho tava pesado! E se viu o lado bad boy do Kaká, ele conseguiu até ser expulso! Mas nesse jogo contra a Holanda ele jogou melhor, deu dois chutes a gol e etc, mas agora Inês já é morta…

Isso me fez pensar numa coisa: Se ele sabia que tava jogando mal e atrapalhando o time, por quê ele não pedia pra não jogar? Ou será que ele quis fazer isso e não deixaram? Nunca saberemos.

Confesso que eu não fazia a mais puta ideia de quem era Felipe Melo. Descobri que ele jogava futebol quando ele levou aquela ownada bonita do PVC. Em campo, foi um anti-atleta. Entradas violentas sem necessidade, pisão de propósito no adversário e etc.

E o Dunga. Não questiono os métodos dele. Acho que em 2006 faltou seriedade, ninguém que tenha o corpo e o preparo físico como instrumentos de trabalho deve estar dando entrevista às 2, 3 da manhã. Mas o comportamento do Dunga com a imprensa foi infantil. Que ele não goste deste ou daquele canal, é um direito dele, mas isso não dá a ele o direito de ser desrespeitoso com ninguém.

Anúncios

Sobre Arlen Nascimento
26 anos, Manaus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: