Investir em Ciência & Tecnologia não é só dar bolsa

É muito comum ver as propagandas dos governos anunciando que um determinado ano foram oferecidas centenas de bolsas de estudo de mestrado e doutorado e que também no mesmo ano centenas de doutores foram formados, tudo com o incentivo de determinada agência de fomento.

Tudo isso é anunciado, com muito alarde, no pacote de investimentos de Ciência & Tecnologia. E é – seria – uma prova de que tal governo está preocupado com o desenvolvimento tecnológico e que por isso está investindo 1 kilometro de asfalto em C&T.

É verdade que se não fosse esse investimento, esses mestres e doutores não se formariam porque é muito difícil conciliar uma ativadade profissional com um mestrado, com um doutorado, então, beira o impossível. Só que dar bolsa é apenas o começo de um investimento sério em C&T.

De que adianta o Amazonas formar 100 doutores por ano (é um chute), se esse povo não tem onde trabalhar? E pior, se eles não vão ganhar um salário compatível com a formação? Não adianta de quase nada.

Mas o problema não está só no Amazonas, está no Brasil inteiro, que não tem como absorver todo esse contigente de doutores. Aí o que vai acontecer é que esses doutores, formados a peso de ouro, vão acabar prestando um concurso público qualquer que só exija graduação pra serem analistas de sistemas (caso real). Absolutamente nada contra, cada um sabe onde o seu calo aperta, mas é foda!

Dar bolsas e formar doutores é apenas o primeiro passo pra investir verdadeiramente em C&T. Primeiro de tudo, tem que tornar a academia atraente. Não conheço nenhuma pessoa que se sinta atraída a ganhar uma bolsa de 1800 reais pra tomar na cabeça durante quatro anos fazendo doutorado. Depois, deve haver oferta de emprego com salários compatíveis. Ninguém quer ganhar R$ 3000 depois de passar quatro anos ganhando R$ 1800.

E o principal, e também o mais difícil: que esse pessoal faça alguma coisa de útil pra pelo menos tentar pagar de volta o que foi investido neles. Esse é um problema grave. Essas bolsas pagas pelo governo, são dinheiro público, proveniente de impostos. Não é justo que depois de obter uma formação de excelência, doutores voltem pras suas universidades e iniciem viagens lisérgicas que não vão dar em lugar nenhum, que nunca vão mostrar nenhum resultado.

No entanto, aí já entramos em outra questão. Não tenho dados concretos, mas tenho certeza de que muitas descobertas já aconteceram pelo mais puro acaso, em coisas em que não necessariamente relacionadas. Ou seja, por pura ciência, estava se pesquisando uma coisa sem pé nem cabeça e acabou se descobrindo outra de fundamental importância. E é esse tipo de coisa que me mostra que essas duas vertentes (a ciência ‘de resultados’ e a ciência ‘lisérgica’) devem ser ponderadas.

Anúncios

Sobre Arlen Nascimento
26 anos, Manaus.

One Response to Investir em Ciência & Tecnologia não é só dar bolsa

  1. Jhonny H. says:

    Estava, ainda estou, com dúvidas sobre se sigo com o mestrado ou não, nesses 3 últimos posts seu foi determinante sobre o que fazer na minha vida/carreira! Muito obrigado, você é f*da com todo o respeito!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: