Manaus em castas

Ser rico em Manaus

Tomar Veuve Clicquot, comer queijo brie (se oferecer num petit comité na pérgula de casa, então, vai sair na coluna social como milionário), ter uma pajero e morar num condomínio mais ou menos.

Sonho de consumo: ir pra Las Vegas e ir pelo menos uma vez por ano pra Fortal.

Ser novo rico em Manaus

Assim que chega na ~balada~, mandar logo descer um red label com red bull, usar camisa com brasão da England, ter uma Hilux, tirar onda em Fortal em janeiro com a família, morar numa puta casa, mas no meio da favela onde cresceu e estacionar no Carrefour pra não pagar estacionamento no Manauara.

Sonho de consumo: tirar onda em Fortal todo mês.

Ser hipster em Manaus

Não frequenta shoppings porque é muito mainstream, prefere ir pro Largo de São Sebastião curtir um pouco da arquitetura e apreciar o por do sol, curtir um Ze Cabaleiro, ir no sarau da Saraiva ???, frequentar galerias, gostar de intervenções artisticas, gostar de Mezatrio e sempre que pode, curtir um temaki ou hot phila no Fast.

Sonho de consumo: um Starbucks na cidade, ir pra New York, mas pro Brooklin, claro (Manhattan, nem pensar!). Ou pra Budapeste, no outono.

Ser hipponga em Manaus

Cursar Ciências Sociais, Filosofia, Agronomia, Engenharia Florestal ou de Pesca, “curtir um natural”, escrever poemas, tomar corote na Praça do Congresso, ir acampar na Porteira e ir pra feira da Eduardo Ribeiro aos domingos.

Sonho de consumo: abraçar uma Samaúma e ir pra Fortal, mas pra uma comunidade de pescadores a 400km da capital, onde nem tem luz elétrica.

Ser galerito em Manaus.

Sentar na última cadeira do ônibus, abrir a janela até onde não der mais e botar o braço pra fora like a boss, usar sandália Kenner, bermuda Seaway e camiseta Quicksilver (não necessariamente originais), ir pro Cala a boca e beija logo, usar abadá e tururi como vestimenta, ouvir música no celular sem fone de ouvido em todos os locais, fazer luzes no cabelo

Sonho de consumo: uma CG 125, ir pro Samba Manaus de área VIP e ir pra Fortal tirar muita onda.

Ser classe média em Manaus

Comprar roupa na Granada Beach, tomar Stella Arthois, ir pra algum flutuante domingo, morar num apto de 50m2 e se achar barão, reclamar do “transito caótico dessa cidade”, fazer retornos e conversões proibidas no transito e beber Galioto achando que é vinho.

Sonho de consumo: uma Tucson e ir pra Fortal tirar muita onda nas férias de janeiro.

Anúncios

Sobre Arlen Nascimento
26 anos, Manaus.

6 Responses to Manaus em castas

  1. maraloide says:

    “reclamar do transito caótico dessa cidade” mas dizer que sp é pior

  2. Renata says:

    Post fantástico!

  3. Bianca says:

    Achei essa pérola na madrugada, rindo muito. Volta pro TT! 😛

  4. Talita Benicio says:

    Entraram na minha cabeça e copiaram TUDO! TA SENSACIONAL!!!

  5. Rebeca Benicio says:

    ir pra Fortal TIRAR MUUITA ONDA! Só faltou falar de Margarita! Muito bom!

  6. Sou classe média, Arlen! HAHAHA!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: