Redes anti-sociais

0 – Depois de apagar o twitter, apaguei também o facebook.

Já tava muito maistream, e não era mais um lugar pra mim.

Mentira, claro. Mas acontece que aquilo me tomava tempo e me causava problemas, então era hora mesmo de apagar. No começo é doloroso, mas não nasci com aquilo, e hoje já superei.

No entanto, preciso de um lugar pra fazer meus comentários. E vai ser aqui nesse diário virtual, claro.

1 – A chormização do firefox.

Não gosto do google chorme. Não tem explicação, mas simplesmente não gosto. Não simpatizo com programas que querem tomar todas as decisões por mim, sou eu que tenho que ter controle sobre o software e não o contrário. E o chrome faz muitas coisas que eu quero fazer de outro jeito e, pior, não me deixa mudar isso.

O firefox trouxe na versão 6 uma atualização que não me agradou.

Esse negócio de destacar o domínio principal e meio que esconder o restante é ruim.

2 – Marcelo Adnet

Marcelo Adnet é gênio. Gênio mesmo. Apesar da orkutização da palavra, utilizo aqui da forma mais pura. Outro dia assisti ao programa de entrevistas que ele tem na MTV, o Adnet ao vivo, e fiquei impressionado com o domínio e rapidez que ele tem.

Veja esses dois vídeos e me diga se o rapaz não é um genio.

 

 

3 – Outro dia resolvi comprar Brahma Extra. E, surprise, surprise, é muito boa! Parece muito com a super bock. E não é cara, é mais barata que a heineken, a propósito.

4 – Fim

Anúncios

Tava com vontade de escrever.

De repente, me deu uma vontade de escrever, mas não tenho assunto. mas vamos lá.

To ouvindo aqui, #41 do Dave Matthews Band. Dave Matthews é uma banda espetacular. Muito foda. Vá lá e escute. Ouça o disco Crash primeiro. É só sucesso. Não tem uma música ruim.

Dave Matthews Band é world music. É uma mistura de vários ritmos, com letras bonitas e melodias poderosas. Tem muita virtuose também. Algumas músicas tem uma levada bem jazz, outras, blues. Músicos sensacionais. Enfim, ouça lá.

***

Já tem um tempo que eu descobri que eu sou obcecado por fone de ouvido. Tenho uns 6 ou 7, dentre os quais, dois headsets, um usb e outro normal. E se tem uma coisa que eu recomendo muito é um fone de ouvido usb com abafador. Pra quem gosta de notar detalhes das músicas, é essencial. Eu tenho um Microsoft Lifechat LX-3000 que custou 35€. Não exatamente barato, mas pra esse tipo de fone, foi um ótimo preço. Um sonho de consumo é ter um headset usb Sennheiser. Não precisa ser aqueles de 300 e tantos euros, um modelo de entrada já me serve, não sou nenhum audiófilo.

E, olha, um fone Sennheiser faz toda a diferença. Tenho 2 mas daqueles mais simples, earphone mesmo. Foram baratinhos, um foi 7€, o outro foi 9€. Mas são muito bons. É de se impressionar como um negócio tão pequeno faz uma diferença tão notável.

Tava usando um Sennheiser no trabalho e levei um outro fone logitech. Não consegui ficar nem meia música com o Logitech. Um som ruim, sem potência, sem vida, sem vibe. Voltei com o Sennheiser e que diferença…

Alias, ouvir heavy metal (ou qualquer música com um pedal duplo vigoroso) com um fone de ouvido bom, é outra história.

Notas

Tenho tido preguiça pra atualizar o blog. Até penso em posts (e tenho uns 3 ou 4 escritos, só esperando revisão) mas dá uma preguiça de escrever…

Bom, tudo continua o mesmo marasmo de sempre. O outono chegou e digo logo que é uma estação agradabilíssima. As variações de temperatura são bruscas. Em um dia chove muito e faz 14, 15 graus. No outro, faz sol o dia inteiro e a temperatura fica na casa dos 25! E 25 graus é muito quente! 😀

Em alguns dias pela manhã, chega até a sair fumacinha da boca! 🙂

Por causa do vento gélido, acabei ficando gripado, com episódios de febre. E ficar com febre quando faz 15 graus não é nada agradável. Essa gripe me mostrou que o corpo humano é capaz de produzir catarro em quantidades industriais.

Por conta disso, tive que comprar um cachecol. Alias, comprei dois. Pode rir. Usar cachecol é muito gay, mas fazer o quê? É normal aqui. E é bem melhor que ficar gripado.

Não se apaixone

****

Semana passada nevou na Serra da Estrela. Isso significa que em breve, talvez, eu vá esquiar. Torçam por mim.

****

A Pizza Hut daqui tem skype. E você pedir pizza por lá! Sensacional.

****

Nunca fui um life ruler. Sempre fui mais de ficar em casa. Às vezes saía, mas sempre fiquei mais em casa que na rua. Mas ultimamente, tenho ficado muito em casa por puro prazer. Fico aqui, assisto à filmes, series, cozinho, reflito. Ficar sozinho é um exercício muito bom. É uma forma de aprender a conviver consigo mesmo, afinal, mesmo acompanhado, você sempre fica sozinho no final. Papo cabeça.

****

Hoje eu fiquei impressionado com a intromissão e cara de pau do colega de trabalho paquistanês. Por causa da sua péssima higiene pessoal, ele já não é muito bem quisto. Pra você ter uma ideia, o aroma de cocô que ele exalava me dava muita dor de cabeça, o que fez com que o meu estoque de analgésicos (uns 30 comprimidos de neosaldina) acabasse um mês após a minha chegada aqui.

****

Aliás, isso é uma coisa que eu tava pensando outro dia. Eu tinha dor de cabeça quase todos os dias e sempre tomava um remédio. Depois que os meus comprimidos acabaram aqui, eu não comprei mais e parei de tomar. Suprise, surprise: quase não tenho mais dores de cabeça.

****

Ainda vou escrever um post mais detalhado sobre isso. Mas não é que os portugueses sejam burros (ok, alguns são mesmo :), é que eles são um bocado ingênuos. A malícia que a gente adquire por pura questão de sobrevivência, acaba nos tornando muito safos.

****

Não consigo mais pensar em nada pra escrever. É tudo.

Notas

E essas são as novas notas da minha vida.

Ando com uma falta de paciência pra certas. Sair e socializar, por exemplo. Ando sem vontade mesmo. Prefiro ficar em casa assistindo à qualquer coisa a ir pras baladas. É grave porque existe toda uma cidade desconhecida pra ser explorada, mas daqui a pouco eu tento consertar isso.

***

Outro dia, tomei um Haagen Dazs de strawberry cheesecake (meu novo sabor preferido) e olha… continuo mantendo minha posição de que Haagen Dazs é 10% sorvete e 100% hype. O sorvete não era ruim, mas achei muito doce, quase enjoativo.
Prefiro mil vezes o genérico que são vendidos em qualquer supermercado. E como o negócio é hypado, o preço vai pros caralhos. Uma bola de Haagens Dazs custa ~2,7€. Por 2,5€ eu compro um pote de 500mL dessa linha “momentos de luxo” (que é uma linha de sorvetes mais refinada, na verdade, com sabores mais afrescalhados). O pote de Haagen Dazs do mesmo tamanho custa 6,5€! Vá roubar os presos, hein!?

O Haagen Dazs não é meu, é do outro brother que mora aqui

E se for dos sabores comuns, eu compro um pote de 1L da Kibon (aqui se chama Olá) por 1,99€.

***

Como já falei anteriormente, cozinhar tem sido uma grande prazer pra mim, uma terapia, além de ajudar a passar o tempo.
Hoje, fiz um yakisoba que, desculpem lá, mas ficou muito bom! Não tinha camarão e usei macarrão espaguete mesmo, mas ainda assim. Da próxima vez, vou colocar camarão e pimentão vermelho pra dar um contraste.

Diliça (clica que aumenta)

Por pura coincidência, o vinho combinou muito bem. Palmas pra mim.

Combinação muito boa. (clica que aumenta)

Ainda vou fazer um post mais detalhado sobre meus dotes culinários. Wait and see.

***

Enquanto em Munich acontece a Oktoberfest, em Lisboa, acontece a quarta edição do Munique em Lisboa, que seria uma espécie de franquia da Oktoberfest.

Como parece que as companhias aéreas estão numa franca perseguição para com a minha pessoa, já que todo mundo diz que “esse é o mês das passagens baratas” (algo que nunca acontece), esse seria o mais perto que eu chegaria da Oktoberfest.

Apesar de ser um evento pequeno, só tinha cerveja alemã (!) nas variedades pilsen (Bitburger) e weissbier (Erdinger). É, amigos, chopp Erdinger! No entanto, não era barato. A caneca de 0,5L custava 4,2€, o que é um forte impeditivo.

Chopp Erdinger

Também havia comida alemã. E qual não foi minha decepção em descobrir que chucrute é apenas repolho refogado… Pqp vcs, viu…

E como o as outras comidas era bem caras (pratos a partir de 8,5€), comi só um pão com salsicha bem sem vergonha. Mas a mostarda que tinha lá era muito boa. Até pra mim que não gosto de mostarda.

E também tinha uma banda alemã de verdade (com aquelas roupas típicas), tocando aquelas musiquinhas alemãs bem desanimadas.

Mas, acredite, foi legal.

***

Outro dia, no supermercado, vi uma caixa com 5 garrafas de Erdinger mais um copo por 17€.

Enjoy pagar 18 reais em uma garrafa na Cachaçaria do Dedé.

***

Então o verão acabou (amém) e o outono começou. Com isso, as temperaturas começam a cair.  Neste momento faz 18ºC, que é uma temperatura excelente pra dormir e andar na rua.

Mas eu to ansioso mesmo pra que chegue logo o inverno. Quero ver a neve, mano!
Em Lisboa não é comum a ocorrência de neve, mas assim que cair neve em qualquer canto desse país, eu estarei lá.
Compromisso cabledog público!

Notas

Gostei desse formato de notas. É prático pois dá pra falar coisas que sozinhas não dariam um post e também não caberiam num tweet (apesar de eu não ter mais twitter).

***

Depois de 3 meses morando no Porto, um mês de (pseudo)férias em Coimbra, agora estou em morando em Lisboa. Os meus chefes mudaram de emprego e chamaram toda a galera do barulho para acompanhá-los nessa alta aventura. Todo mundo aceitou, mas nem todos vão vir morar aqui.

Consegui achar um ótimo apartamento a aproximadamente 2km do novo trabalho. Em 25 minutos chego lá a pé, e como estamos entrando no outono, é tranquilo.
E como cheguei aqui há pouco mais de uma semana, ainda não tenho internet. Já solicitei e deve ser instalada na próxima semana. É uma conexão de fibra de 30Mbps por 19,9€ até o fim do ano, depois aumenta pra 29,9€! Instalação e roteador gratuitos. Ainda inclui uma linha telefônica em que se pode fazer ligações gratuitas e ilimitadas* pra uma caralhada de países, onde o braziu não está incluido.

Aí eu paro e penso: caralho, vou ter uma conexão de 30Mbps na minha casa, só pra mim! Pqpqpqpq. Talvez 30Mbps seja a capacidade do backbone inteiro de Manaus!

Haja HD!

***

Uma coisa que tem me irritado sobremaneira nos últimos tempos é o uso “equivocado” de aspas. Nego coloca “aspas” em qualquer merda que não tem o menor sentido. Um exemplo clássico disso é quando se fala dos “políticos”. Espia.

***

Dá pra entender porque brasileiro vem pra cá e faz a festa (no pior dos sentidos). Pra eu poder renovar o meu título de residência, eu preciso de uma série de documentos, dentre eles, o atestado de morada (comprovante de residência), que é um documento expedido pela Junta de Freguesia.

Pra eu poder tirar esse atestado, eu preciso a) comprovar a minha residência com alguma conta em meu nome (o que é imbecil porque pra eu poder ter contas no meu nome, eu preciso de um documento que comprove o meu endereço…), ou que alguém declare que eu estou a residir (ó!) naquele endereço, e essa pessoa precisa estar registrada nessa Junta de Freguesia.

Nenhuma dessas duas situações se aplicava a mim. E eu fiquei meio preocupado porque precisava desse documento e meio qeu não tinha o que fazer.

Aí a mulher da Junta me deu uma idéia: disse pra eu ir nas Finanças (a nossa Receita Federal) e pedir alteração de morada. O papel que eles me dariam lá, serviria como comprativo de morada pra Junta. Fui lá nas Finanças e pedi alteração de morada. A mulher apenas pediu meu novo endereço e fez o documento. Levei na Junta e pronto, no dia seguinte fui buscar meu atestado de morada.

É sempre um choque (bom!) ver as coisas funcionando baseadas apenas na boa fé das pessoas.

***

Estou adiquirindo uma verdadeira paixão por cozinhar. Eu não tenho condições de comer fora todos os dias, sai caro demais. O dinheiro que se gasta comendo fora durante uma semana é suficiente pra comer comida pra, sei lá, duas, tres semanas. O lado chato de cozinhar é que se perde tempo e tem que lavar a louça depois, além do maldito cheiro de alho que só sai depois de uns três dias. Mas pra quem tá sem absolutamente nada pra fazer, é um ótimo passatempo. Outro dia fiz um ribs que ficou ótimo!

***

Tava conversando com um chegado outro dia e chegamos a conclusão de que Portugal é um excelente pra se morar. Apesar de não ser o mais avançado e ter vários problemas, tem o custo de vida baixo, clima ameno, praia (nas devidas épocas, claro), neve, montanha e etc.

***

Desde que eu comecei a assistir The Sopranos – em 720p porque eu gosto de assistir em fullscreen – tenho vontade de falar “fuck” em toda frase que eu penso em inglês. Por que falar “good morning” se eu posso falar “good fucking morning”, não é mesmo?

Aliás, o que atrai em The Sopranos é a dualidade moral de Tony Soprano. Espetacular.

***

Fim

%d blogueiros gostam disto: